Questionário de Qualidade de Vida em Adultos com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (aaqol): Revisão Sistemática

Por: Ana Paula Almeida Rocha Ohata, Marcia Thaís Pochapski, e Mylena Aparecida Rodrigues Alves.

Revista Brasileira de Qualidade de Vida - v.11 - n.3 - 2019

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Analisar sistematicamente o uso de medicamentos que melhorem a qualidade de vida em adultos com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) mensurada por meio de um instrumento específico (AAQoL).

MÉTODOS: O presente estudo de revisão sistemática foi seccionado nas seguintes etapas: elaboração da pergunta de pesquisa, busca na literatura, seleção dos artigos, extração dos dados, síntese dos dados, avaliação da qualidade das evidências e redação, e publicação dos resultados.

RESULTADOS: Os estudos selecionados para a composição da revisão sistemática, demonstraram o comprometimento associado à presença do TDAH na vida adulta, tendo como intervenção a medicação em estudos caracterizados de qualidade. Com base na avaliação proposta pela ferramenta Cochrane de colaboração, é possível evidenciar que a qualidade de vida foi melhorada com a utilização de fármacos que controlam os sintomas em adultos com TDAH.

CONCLUSÕES: Estudos clínicos comprovam melhora significativa da qualidade de vida dos pacientes com o uso de medicações específicas para TDAH, como Atomoxetina, Metilfenidato de ação prolongada e Metadoxina de liberação prolongada.

Endereço: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/view/9895

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.