Questionário de Risco Percebido em Canyoners: Validade de Conteúdo, Validação Cruzada e Invariância Transcultural em Portugal e Espanha

Por: António Brandão, Diogo Monteiro, Joel Pereira e Luís Quaresma.

Motricidade - v.14 - n.-1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi desenvolver e validar um questionário relacionado à percepção de risco no canyoning. Validação cruzada e invariância transcultural, em Portugal e Espanha, também foram analisadas. Um total de 707 canoístas (81,3% do sexo masculino, 18,7% do sexo feminino) de Portugal (47,5%) e Espanha (52,5%) participaram neste estudo, com idades compreendidas entre os 18 e os 57 anos (M = 36,13; DP = 7,71). A versão inicial do questionário continha 49 itens. Com a Análise de Confiabilidade Temporal, foram retirados os itens que não apresentaram correlação entre os dois momentos da administração do questionário, p> 0,05, restando apenas 46 itens. A Análise Fatorial Exploratória foi desenvolvida escolhendo os 25 itens com maior peso fatorial. Foram encontradas seis dimensões que conseguimos identificar e caracterizar com a ajuda da literatura. Com a Análise Fatorial Confirmatória e com base na análise dos índices de modificação, 4 itens foram eliminados, pois apresentaram valores residuais muito elevados, o que contribuiu para uma inadequação do modelo. Dessa forma, um questionário com 21 itens foi alcançado. A versão final do questionário mostrou valores aceitáveis --

Endereço: https://revistas.rcaap.pt/motricidade/article/view/12790

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.