Questões Indígenas no Esporte Australiano

Por: Colin Tatz.

Pensar a Prática - v.15 - n.1 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Aborígines da Austrália, que se pensava ser uma raça condenada a viver na Idade da Pedra, hoje merecem atenção por seu trabalho artístico, na música e na dança, sua escrita e acima de tudo, talvez, por suas realizações esportivas. Enquanto indicadores como mortalidade infantil, expectativa de vida, desnutrição, pobreza, alta taxa de desemprego, de prisão e de abuso afetam suas vidas diárias, o esporte tem sido um caminho para o reconhecimento e até para a bajulação, especialmente nos estádios esportivos de futebol australiano, rúgbi, boxe e campos de hóquei. Aborígines em áreas rurais e remotas têm pouco acesso a facilidades esportivas, a despeito do fato de o esporte não apenas melhorar vidas e manter a saúde, mas diminuir as altas taxas de suicídios de jovens.

Endereço: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/18015/10742

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.