Questões Teóricas e Metodológicas Para os Estudos de Políticas Públicas de Lazer: Alguns Subsídios

Por: Flávia Da Cruz Santos.

Licere - v.13 - n.2 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Diante do atual momento do desenvolvimento alcançado pelos estudos de políticas públicas de lazer, este texto intenciona apontar as concepções teóricas e  metodológicas contemporâneas de Bo Rothstein (1998) e Michael Mann (1991, 1993)  sobre o social e o político como possibilidades teóricas e metodológicas para  repensarmos tais estudos. Rothstein (1998) nos traz o debate sobre as concepções  normativas das políticas, no que se refere aos valores, às concepções de justiça e às  normas sociais, e apresenta sua proposta metodológica de confronto da teoria com a  empiria. E Mann (1991, 1993) constrói a teoria das fontes do poder social, na qual  aponta a existência de quatro fontes de poder, que se sobrepõem e interceptam umas às  outras nas sociedades. Além disso, ele nos apresenta uma proposta metodológica que se  aproxima da proposta apresentada por Rothstein (1998). 

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/pdf/licereV13N02_ar2.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.