Racionalidade e Despersonalização do Homem Moderno

Por: Alonso Bezerra de Carvalho.

I Congreso Latinoamericano de Estudios Socioculturales Del Deporte - ALESDE

Send to Kindle


Resumo

O texto faz uma reflexão sobre a instauração da modernidade a partir da análise feita por Max Weber. Quando estuda o Ocidente moderno Weber busca elucidar as razões pelas quais a arte, a ciência, a política, o esporte e a vida econômica ocidentais constituir-se-iam fortemente marcadas pelo traço da racionalidade. É com o intuito de compreender o processo que engendrou essa racionalidade ocidental que escreve aquela que talvez seja sua obra mais célebre: A ética protestante e o espírito do capitalismo. A ascese orientava todo o seu vigor principalmente contra uma atitude: a de desfrutar espontaneamente a vida e tudo o que ela tem para nos oferecer. Ou seja, os bens culturais produzidos não podem ser objetos de prazer. O esporte, por exemplo, tinha que servir a uma finalidade racional: ao restabelecimento necessário do corpo.

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.