Racionalidades e Contra-racionalidades da Implantação de Grandes Projetos Urbanos: o Caso do Itaquerão

Por: Daniel Henrique Ribeiro.

185 páginas. 2018 29/06/2016

Send to Kindle


Resumo

Na área de Arquitetura e Urbanismo, o tema proposto relaciona-se com as implicações socioespaciais provenientes de “Grandes Projetos Urbanos”. Tais projetos se caracterizam pelo porte, especificidade do programa arquitetônico-urbanístico e, especialmente, transformações que induzem nas localidades onde são implantados. Sob o contexto da função social da arquitetura e urbanismo, indaga-se se a proposição e implantação de projetos urbanos de grande porte implicam produzir projetos socialmente necessários. A análise envolve um estudo de caso: o Itaquerão ou Arena Corinthians. Esse estádio de futebol foi inaugurado em 2014 e desencadeia transformações significativas no entorno imediato em que foi implantado e na Zona Leste da cidade de São Paulo. Tal classe de intervenção espacial é inédita na história da periferia urbana do município e a pesquisa envolve a documentação das transformações espaciais promovidas pelo Itaquerão em seus momentos iniciais. A metodologia propõe o desenvolvimento de elementos teórico-empíricos relacionados à abordagem do assunto no campo das ciências sociais aplicadas, em especial, pesquisa de campo envolvendo questionários e entrevistas. Pretende-se contribuir na produção do conhecimento voltado às dinâmicas espaciais contemporâneas, à metodologia de projetos arquitetônico-urbanísticos, assim como subsidiar a formulação de políticas públicas de caráter territorial.

Endereço: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1132

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.