Razões Para a Prática de Ginásticas de Academia Como Actividade de Lazer

Por: Ana L. Pereira.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.2 - n.1 - 2002

Send to Kindle


Resumo

RESUMO O tempo livre, é um tempo «ganho», se ocupado de uma forma útil e rentabilizado enquanto capital. Na diversidade de actividades de lazer e tempo livre, a actividade física surge como uma das formas de «concorrência» à crescente tecnologização da nossa sociedade. Verifica-se, por isso, um aumento do número de ginásios/academias/health-clubs para assim corresponder às necessidades evidenciadas de uma prática de actividade física. O presente estudo tem como principal objectivo, analisar e conhecer o aluno/cliente dos ginásios/academias/health-clubs da cidade do Porto, através da percepção do sentido da escolha da actividade e da importância que a esta confere. Na sua concretização desenvolveu-se uma pesquisa no terreno, complementada por entrevistas semiabertas a alunos/clientes destes locais. A análise dos resultados do nosso estudo sugerem que o cliente do ginásio/academia/health-club opta por este tipo de actividade, pela necessidade de prática de actividade física e por considerar que é esta que melhor lhe permite corresponder aos parâmetros estético-corporais da nossa sociedade. Além disso, parecem ser estas práticas as que mais se adequam às dificuldades inerentes aos constrangimentos laborais. A frequência com que se desloca a estes locais depende dos objectivos intrínsecos à prática de uma actividade física, assim como das relações sociais que aí se vão estabelecendo. Palavras-chave: Actividade física, lazer, ginásios, imagem corpora

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.