Recreação, Lazer e Antropotecnia

Por: Andrés Díaz Velasco e Carolina Guerrero Reyes.

Impetus - v.10 - n.1 - 2016

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste artigo é expor o sentido da ociosidade como antropotécnico, ou seja, como uma forma de exercício através da qual o homem se constrói e se modifica. Na primeira parte, é apresentada uma problematização sobre a diferença entre recreação e lazer. Em segundo lugar, a concepção de ociosidade é exposta como antropotécnica, seguindo as abordagens de Sêneca, por um lado, e Sloterdijk, por outro. Por fim, conclui-se que o exercício do lazer implica um modo de viver baseado na libertação e criação de si mesmo.

Endereço: http://revistaimpetus.unillanos.edu.co/impetus/index.php/Imp1/article/view/169

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.