Relação Entre Aptidão Aeróbia e Capacidade de Sprints Repetidos no Futebol: Efeito do Protocolo

Por: Francimara Budal Arins, Juliano Fernandes da Silva, Leandro Teixeira Floriano, Luiz Guilherme Antonacci Guglielmo e Naiandra Dittrich.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.13 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi investigar a associação entre variáveis fisiológicas relacionadas à aptidão aeróbia determinadas de forma contínua em corrida na esteira (pico de velocidade da esteira: PVEST, consumo máximo de oxigênio: VO2max, velocidade correspondente ao VO2max: vVO2max e velocidade referente ao limiar anaeróbio: vLAn) e intermitente com mudança de sentido (pico de velocidade: PV) com a capacidade de sprints repetidos (CSR) em jogadores de futebol. Vinte e nove atletas (17,9 ± 1,0 anos; 178,7 ± 5,2 cm; 73,6 ± 6,7 kg; 11,1 ± 1,3 % gordura) realizaram, em dias diferentes, os seguintes testes: 1) protocolo incremental na esteira rolante para determinar o PVEST, o VO2max, a vVO2max e a vLAn; 2) teste incremental de corrida intermitente (TCar) para determinar o PV e 3) teste de Bangsbo para avaliar a CSR e determinar o tempo médio (TM), melhor tempo (MT) e índice de fadiga (IF). Foi realizada a correlação linear de Pearson, adotando--se o valor de p<0,05 para significância. O PV obtido no TCar apresentou maior correlação com o TM e o MT (r = -0,70, p<0,01; r= -0,51, p<0,01, respectivamente) do teste de CSR, que a vVO2max (r = -0,43, p<0,05; r= -0,14 p>0,05) e o PVEST (r= -0,42, p<0,05; r=-0,14, p>0,05) determinados no modelo de corrida em linha reta na esteira. Pode-se concluir que a relação entre aptidão aeróbia e CSR é dependente do tipo de protocolo utilizado (contínuo em linha reta vs intermitente com mudança de sentido) e da variável aeróbia utilizada (capacidade vs potência).


 

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2011v13n2p111

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.