Relação Entre Capacidade de Salto, Agilidade e Velocidade em Jovens Jogadores de Basquetebol: Uma Abordagem com Testes de Campo

Por: Abbas Asadi.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.18 - n.2 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Objetivou-se determinar a relação entre velocidade, agilidade e capacidade de salto em jovens jogadores de Basquetebol. Dezesseis jovens atletas de basquetebol de Elite (Iran) foram avaliados. A capacidade de salto foi avaliada por meio do teste contramovimento (Jump Test - CJT) e o salto em comprimento (Long Jump – LJ). A agilidade foi avaliada por meio do Teste T (TT) e do Teste de Illinois (TI). A velocidade foi avaliada por meio do teste de 20 metros. Os resultados do Coeficiente de Correlação de Pearson (r) indicaram moderada correlação entre a idade e o TI (r = -0,57; p = 0,021). Correlações de magnitude forte foram encontradas entre CJT e LJ (r = 0,71; p = 0,002), o TT e TI (r = 0,70; p = 0,002). As correlações com o teste de velocidade de 20 metros foram de magnitude elevada com o CJT (r = -0,61; p = 0,011), LJ (r = -0,76; p = 0,001), TT (r = 0,77; p = 0,001), e o TI (r = 0,68; p = 0,003). Além disso, CJT foi fortemente correlacionado com TT (r = -0,60; p = 0,013), e TI (r = -0,64; p = 0,007), e também entre o LJ com TT (r = -0,85; p = 0,001) e TI (r = -0,76; p = 0,001). Os achados desse estudo indicaram correlação entre velocidade e agilidade, capacidade de salto e velocidade e entre capacidade de salto e agilidade em jovens atletas de basquetebol. Os resultados sugerem que velocidade, agilidade e capacidade de salto apresentam determinantes fisiológicos e biomecânicos em comum. 

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2016v18n2p177

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.