Relação Entre Composição Corporal e Tempo Inativo de Adolescentes Obesos

Por: B. T. C. Saraiva, C. C. Brunholi, C. C. Santos, D. K. Sonvenso, I. F. J. Freitas, J. M. N. Eleuterio, J. S. Dias e P. A. Monteiro.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

A prevalência do quadro de obesidade na infância e adolescência é um assunto que intriga os pesquisadores da área levando a necessidade destes buscarem as possíveis causas a fim de sanar esta ameaça. O sedentarismo se mostra como uma das principais causas e este fato só tende a piorar, uma vez que as atividades que exigem grande esforço como esportes ou brincadeiras de correr estão ficando de lado. Este estudo teve por objetivo investigar a associação do tempo sedentário com a obesidade em adolescentes. A amostra constituiu-se de 36 adolescentes (Peso 79,88±13,86 Kg, idade 12,86±1,60 anos, estatura 1,61±0,08 metros, IMC 30,51±3,56 Kg/m2 e % gordura 47,17±4,64) que, para verificar permanência de tempo sedentário, responderam um questionário tipo recordatório das atividades semanais no qual procurou registrar o tempo de permanência sentado, horas de sono e inatividade. Para análise estatística foi utilizado o programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) para Windows, versão 17.0, e os dados foram expressos em média e desvio padrão. Foram utilizados o coeficiente de correção de Pearson para avaliar a associação entre as variáveis testadas, ajustadas por idade e sexo, e regressão linear para detectar a influência destas sobre a obesidade, adotando-se o nível de significância inferior a 5%. Nesse estudo observou-se que o percentual de gordura corporal dos adolescentes apresentou correlação positiva e significativa (r=0,395 e p=0,017) com o tempo diário médio de permanência sentado em frente ao computador, onde 33% passavam em média de 1 a 3 horas por dia nesta atividade, mostrando que o tempo em que os adolescentes permanecem inativos pode estar diretamente relacionado com altos valores de composição corporal. Em média os adolescentes dormiam 493,33±148,57 minutos por dia, porém não houve correlação com o percentual de gordura. Conclui-se neste estudo que o tempo sedentário é um dos fatores que podem contribuir com o aumento da obesidade nos adolescentes.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.