Relação Entre Coordenação Motora e Nível Cognitivo em Crianças de Escolas Públicas de Belo Horizonte

Por: A. M. V. N. Van Petten, D. L. Ferreira, L. C. Magalhães, M. M. Barbacena e R. S. Lima.

69º Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho teve por objetivo investigar a relação entre o nível cognitivo e a coordenação motora de 411 crianças com 7 a 10 anos de idade das escolas públicas de Belo Horizonte. Foram utilizados o teste de coordenação motora Movement Assessment Battery for Children (MABC-II), o questionário de detecção de problemas de coordenação motora Developmental Coordination Disorder Questionnaire (DCDQ-Brasil) e o teste cognitivo Matrizes Progressivas de Raven. As correlações entre a coordenação motora MABC-II (r=0,162, p=0,001) e o DCDQBrasil dos Pais (r=0,136; p=0,006) e DCDQBrasil de Professores (r=0,140, p=0,005) foram significativas de baixa intensidade. A ANOVA identificou diferença no nível cognitivo entre crianças com e sem déficit motor (f=6,26; p=002). Não houve diferença no nível cognitivo de crianças com e sem sinais de déficit motor, quando pontuado pelos pais, entretanto, quando pontuados pelos professores essa diferença foi significativa (t=2,113; p=0,035).

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.