Relação Entre Dependência de Exercício Físico e Perfil de Personalidade em Artistas Circenses

Por: Ana Luiza Ribeiro Veiga Cruz, Cristina Carvalho de Melo, , Natália Elisa Carvalho, Tatiana Lima Boletini e Varley Teoldo da Costa.

Revista Brasileira de Psicologia do Esporte - v.6 - n.3 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: Este estudo verificou a relação entre dependência de exercício físico e personalidade entre as modalidades típicas do circo. Métodos: 57 artistas de circo nas modalidades malabarismo, equilibrismo, acrobacia aérea e de solo, com idade entre 18-40 anos (média= 27, desvio-padrão= 7,79), responderam três questionários: Ficha de identificação, Escala de Dependência de Exercício, Eysenck Personality Profiler V6 S2. Resultados: O estudo apresentou dados que apontam relações significativas para extroversão e neuroticismo para malabarismo, e mostra que somente 47,4% da amostra não possui dependência. Conclusões: O presente estudo constatou que ao relacionar personalidade e DE existe uma relação de dependentes com escores elevados da dimensão extroversão. Ainda é apontado que modalidades acrobáticas tem o maior índice de dependência e que predominantemente, o perfil dos circenses é extrovertido, sendo os malabaristas os que possuem os maiores escores.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBPE/article/view/7087

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.