Relação Entre Estados de ânimo Momentâneos na Pré-competição e Desempenho em Atletas de Futebol de Campo

Por: Wagner Dias da Silva.

2013 10/10/2013

Send to Kindle


Resumo

O nível de treinamento desportivo e de desempenho no futebol expõe os atletas a uma elevada exigência física, fisiológica e psicológica. Assim, as preocupações pela interferência desses aspectos no desempenho do jogador se tornaram constantes. Inúmeros estudos foram realizados para verificar os estados emocionais de jogadores, correlacionando estes estados com o desempenho, o que proporciona mais subsídios para uma preparação completa do atleta. Entretanto, vê-se a necessidade de novos estudos que relacionem os estados de ânimo com o desempenho em jogadores de futebol de campo, em função da posição que o jogador atua, analisando não apenas os estados negativos, comumente encontrados na literatura, mas também os positivos. O presente estudo analisou a relação entre os estados de ânimo presentes no jogador de futebol e seu desempenho durante uma partida, em função da posição que atua em campo. Em um primeiro experimento, foram analisadas as gravações de quatro partidas de futebol de campo, nas quais foram descritos os comportamentos de 45 atletas e elaborado um Sistema de Categorias Comportamentais (SCC). Em um segundo experimento, 18 atletas de uma equipe de futebol foram submetidos, no período pré-competição, à Lista de Estados de Ânimo Presentes (LEAP), em três partidas. Durante estas partidas, três jogadores de diferentes posições foram observados. A partir dos vídeos, as subcategorias que se apresentaram, por meio das ações dos jogadores, foram descritas a cada 15 segundos numa folha de registros, permitindo a organização da frequência das categorias comportamentais. Foram analisadas as possíveis relações entre os dados obtidos com a LEAP e com o SCC. Os resultados mostraram um perfil comum de estados de ânimo presentes para todos os jogadores e um perfil específico para as posições, além da presença de posições que compartilharam estados de ânimo presentes. Os três grupos apresentaram um desempenho com altas frequências de categorias características à função exercida por sua posição e baixas frequências de categorias não relacionadas à suas funções. Os dados sugerem uma relação entre o estado de ânimo específico das posições e seu desempenho, uma vez que houve uma relação entre os dados de estados de ânimo presentes, obtidos com a LEAP, e o desempenho dos jogadores, obtido com o SCC. Conclui-se que esta pesquisa, no seu nível descritivo, permitiu identificar relações entre os estados de ânimo pré-competição e o desempenho do atleta, nas funções específicas de posição, o que evidencia compatibilidade dos estados de ânimo pré-competição e das funções do atleta com os fundamentos reconhecidos pela estrutura envolvida numa competição esportiva.
 

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-21112013-110917/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.