Relação Entre Estados de Humor, Variabilidade da Frequência Cardíaca e Creatina Quinase de Para-atletas Brasileiros

Por: , Daniel Pereira do Amaral, Gerson dos Santos Leite, , e Raul Santo de Oliveira.

Revista da Educação Física - UEM - v.24 - n.1 - 2013

Send to Kindle


Resumo

Objetivo deste estudo foi investigar a relação entre os estados de humor, a variabilidade da frequência cardíaca (VFC) e creatina quinase (CK) de para-atletas brasileiros. Foram avaliados 12 atletas, integrantes da Seleção Brasileira de ParaAtletismo. Para avaliar a resposta autonômica foi determinada a VFC em repouso, coletando os intervalos R-R em 10 min. Foram coletadas também amostras de sangue para analisar a CK total e para conhecer os estados de humor dos atletas, foi utilizado a Escala de Brums, sendo calculados os seis estados de humor (tensão, depressão, raiva, fadiga, confusão e vigor). A análise dos dados foi realizada pela correlação de Sperman. Os principais resultados demonstraram relação entre a modulação parassimpática e o Vigor dos atletas (r = 0,50 a 0,53; p<0,05). A CK não se relacionou com nenhum marcador. Conclui-se que houve relação entre a modulação parassimpática da VFC e o Vigor, o que é positivo para o rendimento na competição. 

Endereço: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/17021

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.