Relação Entre Força Muscular e área de Secção Transversa Muscular em Adultos Jovens Sedentários

Por: Ronei Silveira Pinto.

Movimento - v.7 - n.15 - 2001

Send to Kindle


Resumo

A proposta deste estudo foi determinar a relação entre a área de secção transversa muscular ASTm) estimada e a força máxima dinâmica de extensores de joelho e flexores do cotovelo. A amostra foi constituída de adultos jovens do sexo masculino, sedentários e aparentemente saudáveis (n = 10). A força máxima dinâmica foi avaliada através do teste de uma repetição máxima (1-RM). As estimativas da ASTm de coxa e braço foram calculadas a partir da equação de Gurney (1973). Os resultados não mostraram correlação entre as variáveis força máxima dinâmica e a estimativa da área de secção transversa muscular (p > 0,05) e uma grande variabilidade amostrai. Essa pode ter sido in-fluenciada por fatores como o nível de atividade física (que influenciaria na coordenação neuromuscular e nos mecanismos inibitórios) e pela predominância dos diferentes tipos de fibras musculares em cada sujeito. Estes resultes impossibilitam a modulação da carga de treinamento a partir da ASTm, tendo em vista a grande variabilidade apresentada.

Endereço: http://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/2621/1250

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.