Relação Entre Indicadores de Intensidade Durante a Velocidade de Transição Caminhada-corrida em Idosos

Por: Brunno Santos Silva.

46 páginas. 2014 19/05/2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do nosso estudo foi comparar a relação entre os indicadores de intensidade cardiorrespiratórios e perceptivos na caminhada e na corrida em idosos clinicamente saudáveis, quando o exercício foi executado na VTCC (Velocidade de Transição Caminhada-Corrida) durante 30 min. Foram avaliados 11 idosos (65 ± 4,9 anos; 170 ± 8,5 cm; 72 ± 6,9 kg) que visitaram o laboratório em 4 dias diferentes. Na primeira visita o teste cardiopulmonar de exercício (TCPE), foi realizado. No segundo dia foram avaliados os valores do VO2 de repouso bem como foi identificado a VTCC. No terceiro e quarto dia foram realizadas as sessões de exercício nas quais os indivíduos caminharam e correram durante 30 min. Nesses dias, as respostas cardiorrespiratórias e perceptivas foram avaliadas e comparadas a cada 5 min. A relação entre os indicadores de intensidade frequência cardíaca de reserva (FCres), consumo de oxigênio de reserva (VO2res) e consumo de oxigênio máximo (VO2máx), foi comparada pelo erro percentual entre FCres vs VO2res e FCres VS VO2máx. os valores absolutos e percentuais dos indicadores de intensidade bem como os das respostas perceptivas geral (PEP) e periférica (PEP) foram comparadas por uma ANOVA de duas entradas e o post-hoc de Bonferroni foi utilizado quando necessário. Um nível de significância de p ≤ 0,05 foi adotado para todas as comparações. Os resultados mostraram que pra todas as variáveis absolutas (VO2, FC, PEG e PEP), a corrida apresentou valores maiores do que a caminhada, tendo a significância estatística sido encontrada apenas para VO2 e FC. Para os valores percentuais, a significância estatística foi encontrada apenas para os %FCmáx e %FCres com valores maiores na corrida. Nos %VO2máx e %VO2res a significância estatística não foi encontrada, porém houve uma tendência a serem maiores na corrida do que na caminhada. Já os erros percentuais entre %FCres vs %VO2máx foram de 11,72% e 12,98% para a caminhada e para a corrida respectivamente. Os erros entre %FCres e %VO2res foram de 11,52% e 13,62% para caminhada e corrida respectivamente. Portanto, concluímos que a intensidade em idosos ao se exercitarem na VTCC é maior na corrida do que na caminhada. Além do mais, existe uma fraca relação entre os indicadores de %FCres, %VOmáx e %VO2res.

Endereço: http://www.universo.edu.br/portal/niteroi/mestrado/mestrado-em-ciencias-da-atividade-fisica/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.