Relação Entre o índice de Massa Corporal com a Glicemia e Pressão Arterial em Motoristas de Transporte Coletivo

Por: André de Camargo Smolarek, Erivelton Fontana de Laat e Luís Paulo Gomes Mascarenhas.

Cinergis - v.9 - n.1 - 2008

Send to Kindle


Resumo

A resistência à insulina e a pressão arterial elevada são distúrbios que vêem aumentando sua prevalência principalmente em indivíduos elas estão os motoristas de transporte coletivo, que devido à função no seu trabalho acabam aderindo a um estilo de vida menos ativo, fazendo-se necessárias avaliações periódicas, o objetivo deste estudo foi descrever o índice de massa corporal (IMC), pressão arterial sistólica (PAS), diastólica (PAD) e glicemia dos mesmos e buscar se ocorre uma relação do IMC entre a PAS, PAD e Glicemia de motoristas. A amostra foi constituída de 46 motoristas do sexo masculino com média de idade 38,3 ±5,79 anos. Obtendo resultados preocupantes em relação a prevalência de indivíduos com alterações nas três variáveis mensuradas no estudo, porém a PAS, PAD e glicemia não relacionaram-se significativamente com o IMC. Concluindo que existe motoristas na faixa considerada risco para a saúde, entretanto o IMC não obteve significância ao ser relacionado às demais variáveis coletadas neste estudo.

Endereço: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/view/794

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.