Relação Entre os Níveis de Atividade Física e Atitudes Explícitas Após o Programa Motivação em Adultos

Por: Andressa de Oliveira Araújo, Hassan Mohamed Elsangedy e Lidia Reniê Silva.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

A prática regular da atividade física está associada a benefícios físicos e psicológicos (DISHMAN et al., 2006), entretanto, uma grande parcela da população mundial permanece inativa, não atingindo as recomendações mínimas para tais benefícios (GUTHOLD et al.,2018). Partindo disso, as teorias sociocognitivas pautadas no entendimento atitudes explícitas, que enfatizam a reflexão, racionalidade, objetivos comportamentais, os quais são avaliados por medidas de autorrelato (RHODES, REBAR 2017). Nesse contexto, o comportamento é resultado da intenção que é influenciada pelas atitudes, influências sociais (modelagem social), (normas sociais) e auto-eficácia (MUSCHALIK et al., 2018). Um estudo verificou que participantes que realizaram exercício físico em grupo tiveram mais prazer e se mantiveram mais ativas do que pessoas que apenas receberam orientação de como se exercitar (BRAND; EKKEKAKIS, 2018). Diante disso a proposta da intervenção é baseada em atividades lúdicas e rodas de conversas que visam a ressignificação da relação e aumento dos níveis de atividade física regular dos participantes através de experiências prazerosas com o movimento corporal.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/index.php/conbrace2019/8conice

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.