Relação Entre os Níveis de Atividade Física e Qualidade de Vida no Uso de Drogas em Adolescentes

Por: André Luiz Monezi Andrade, Bruno de Oliveira Pinheiro e Denise de Micheli.

Smad - Revista Eletrônica Saúde Mental álcool e Drogas - v.12 - n.3 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Devido ao crescente consumo de drogas entre os adolescentes em fase escolar, este estudo teve por objetivo avaliar a real contribuição das atividades físicas como método de prevenção ao uso de entorpecentes , considerando os índices de qualidade de vida e padrões de consumo dessas substâncias. O estudo foi realizado com 754 adolescentes entre 14 e 18 anos de idade. Verificou-se, entre os adolescentes com alto nível de atividade física, maiores índices de consumo de substâncias psicotrópicas, bebidas energéticas, substâncias ergogênicas e baixos índices de qualidade de vida. De modo geral, sugere-se a realização de intervenções de caráter educativo sobre o uso de substâncias em geral, tanto para adolescentes praticantes de atividades físicas quanto para familiares e treinadores

Endereço: https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/120790

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.