Relação Entre Pressão Arterial e Indicadores de Adiposidade e Risco Para o Surgimento de Distúrbios Cardiovasculares em Adolescentes

Por: Anabelle Marques Barbosa, Fabrício Barbosa Alves e Sérgio Gregório da Silva.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Adolescentes com a gordura corporal relativa em valores mais
elevados ou semelhantes a 30% apresentam risco mais elevado para o
surgimento de distúrbios coronário cardíaco (WILLIAMS et al., 1992).
Objetivo: examinar as diferenças em relação à pressão arterial e indicadores
d e a d i p o s i d a d e e n t r e me n i n a s q u e p o s s u em r i s c o o u n ã o p a r a o
desenvolvimento de distúrbios coronário cardíaco. Métodos: A amostra
foi composta por 98 meninas na idade de 13 anos. Destas meninas 27
foram classificadas em grupo de risco (% gordura = 30,0%) para o
surgimento de distúrbios coronário cardíaco e 71 não apresentaram risco
para o surgimento destes distúrbios (% gordura < 30,0%). O percentual
de gordura foi calculado pela equação de BOILEAU et al. (1985) e os
perímetros foram coletados pela padronização de CALLAWAY et al. (1991).
O teste t independente de Student foi utilizado para examinar as diferenças
em relação aos valores médios das variáveis de pressão arterial e indicadores
de adiposidade entre os grupos de risco (GR) e não risco (GNR), (p<0,05).
Resultados: A idade foi similar entre os GR e GNR (13,4±0,3 e 13,3±0,3
anos) e não foi encontrada diferença significativa para a estatura (157,6±6,0
e 157,1±7,3 cm). Foram encontradas diferenças significativas para a pressão
arterial sistólica de repouso (114,8±9,6 e 104,7±12,6 mmHg), pressão
arterial diastólica de repouso (68,6±9,3 e 62,3±11,3 mmHg), perímetros
da cintura (74,4±6,6 e 62,9±3,9 cm), do abdômen (84,6±8,0 e 70,6±4,8
cm) e do quadril (97,9±6,7 e 85,1±6,5 cm), IMC (24,1±4,0 e 18,3±2,4 kg/
m2) e massa corporal (59,8±10,0 e 45,4±7,7 kg) entre GR e GNR, (p<0,05).
Conclusão: Os resultados confirmam a sensibilidade do ponto de corte da
gordura corporal relativa em detectar diferenças significativas entre os
fatores de risco para o surgimento de distúrbios cardiovasculares em
meninas na idade de 13 anos.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/66_Anais_p303.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.