Relacionamento de Diferentes Domínios da Atividade Física Habitual com Indicadores de Risco Cardiovascular em Adultos Jovens do Sexo Masculino.

Por: Eduardo Quieroti Rodrigues, Eduardo Zapaterra Campos, Ismael Forte Freitas Júnior, Juliano Casonatto, Pedro Balikian Junior, Rômulo Araújo Fernandes e Sergio de Sousa.

Motriz - v.16 - n.3 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Avaliar a prática de atividade física por jovens saudáveis em diferentes segmentos (trabalho, lazer e esportes) e relacionar com indicadores de risco para doenças cardiovasculares. Métodos: A amostra foi composta por 32 estudantes de Educação Física, com idade media de 22,6 anos. A adiposidade corporal foi analisada através de circunferência da cintura (CC), índice de massa corporal (IMC) e impedância bioelétrica. Adicionalmente, valores de glicemia em jejum (10-12 horas), pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) foram coletados. O nível de envolvimento com atividades Físicas foi avaliado por meio de questionário desenvolvido por Baecke et al. (1982). Resultados: As atividades esportivas e de tempo livre não se relacionaram estatisticamente com os indicadores de risco cardiovascular. Porém, as atividades realizadas no trabalho (%GC, PAS e PAD) a somatória de todos os domínios investigados (PAD e Glicemia) relacionaram-se negativamente com os mesmos. Conclusão: Diferentes domínios da atividade física devem ser considerados quando se analisa o efeito da mesma sobre indicadores de saúde.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/1980-6574.2010v16n3p591

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.