Relações Entre Lazer e Saúde em Tempos de Cultura Somática

Por: Verônica Werle.

Revista Brasileira de Estudos do Lazer - v.5 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

No contemporâneo, grande parte das nossas ações cotidianas tem sido pensadas, vividas e decididas sob o parâmetro do que é mais ou menos saudável, inclusive o lazer. Considerando este contexto, inerente à cultura somática, trabalhamos com a ideia que as fronteiras entre lazer e saúde são cada vez mais tênues de modo que tão obrigatório como divertir-se é divertir-se de forma “saudável”. Argumentamos, introdutoriamente, que o imperativo do lazer saudável age tanto na dimensão do corpo físico – em que atividades de lazer e cuidados com a saúde devem (com)fundirem-se, mantendo-se afinadas ao ideal de vida saudável e, portanto, feliz – como na dimensão do corpo mental – em que a diversão deve consistir em entorpecimento, distração destinadas a negação do pensamento.

Endereço: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbel/article/view/603

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.