Relações Socioambientais e o Significado do Lazer na Prática Caving

Por: André Luís Normanton Beltrame, Denise Araújo Bringel, , Marilda Teixeira Mendes, Michela Abreu Francisco Alves e Tânia Mara Vieira Sampaio.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.26 - n.3 - 2018

Send to Kindle


Resumo


O estudo teve como objetivo identificar o significado atribuído ao lazer de dois grupos de espeleologia nas relações socioambientais durante a prática do caving. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, desenvolvida com o Espeleogrupo Peter Lund e a Associação de Agentes Ambientais do Vale do Peruaçu com 30 indivíduos. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, processados no IRAMUTEQ e a análise de similitude feita. Os resultados indicaram que entre os pares de associação se ressalta uma forte relação do lazer, entre lazer-caverna e lazer-atividade. Conclui-se que o lazer pode ser entendido como uma atividade prática em ambiente de caverna realizada no tempo livre. Ele promove o prazer individual e coletivo, um contato máximo com a natureza que proporciona sensações, emoções, bem-estar, aventura e a descoberta, por meio do caving, na contemplação do ambiente cavernícola.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/8813

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.