Relato de Experiência do Festival de Inverno de Vespasiano: Arte, Cultura e Apropriação dos Espaços Públicos Para o Lazer

Por: .

XXV ENAREL - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho é fruto de um artigo científico que pretendeu relatar as experiências do festival de Inverno de Vespasiano (FIV). Um evento cultural promovido pela prefeitura do município de Vespasiano desde 2009. O principal viés do evento são as oficinas de formação musical e apresentações de shows de bandas locais e atrações variadas. O objetivo é compreender como a po pulação vivencia o festival e suas possibilidades de acesso ao lazer e à cultura. A proposta é apresentar a essência do festival, sentidos e significados para o público-alvo, os sujeitos envolvidos, desafios e mudanças presentes desde sua primeira edição. Sob a perspectiva do lazer como direito social,buscou-se analisar o Festival como um meio de (re)aproximação e (re)ocupação da população de Vespasiano dos espaços públicos, tais como praças, teatros, universidade, dentre outros. A metodologia utilizada foi a pesquisa exploratória e a participativa, considerando que uma das pesquisadoras foi a idealizadora do festival, atuou na gestão e organização de todas as edições e conhece todo o processo de planejamento e execução do mesmo. Para a realização da pesquisa foi realizado um levantamento dos registros produzidos de todas as edições do festival. Fotos, vídeos, entrevistas, planilhas,fôlderes, materiais de divulgação e o website do evento foram as principais fontes da nossa pesquisa, além da participação direta da edição 2013, “As rosas não choram”. A análise deste extenso material nos proporcionou um novo olhar sobre o festival, permitindo reflexões mais amplas acerca de políticas e estratégias de ocupação dos espaços públicos para o acesso à arte, à cultura, à educação e ao lazer.

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.