Remo: Algumas Novidades Técnicas

Por: Manfred Rullfs e Viacheslav Ivanov.

Boletim Técnico Informativo - n.5 - 1968

Send to Kindle


Resumo

Por gentileza do Conselho de Assessôres de Remo da Confederação Brasileira de Desportos, o B.T.I. apresenta um resumo da conferência pronunciada pelo Senhor Manfred Rullfs, assistente técnico do Professor Karl Adam da Academia de Remo de Ratzeburg, Alemanha Ocidental, e as respostas do tri-campeão olímpico de skiff Viacheslav Ivanov, da União Soviética, a um questionário especialmente formulado. 

Há diversos fatores pelos quais se pode melhorar a capacidade de performance de uma equipe de remo: a) a técnica b) a capacidade cardiovascular c) a fôrça d) a resistência muscular (resistência localizada) e) a performance psicológica ou motivação psíquica. Até ai é o trabalho de treinamento no próprio remador. Um outro ponto não menos importante é a melhora das condições técnicas do barco. Com exceção dêste último ponto é preciso haver uma razão cabal para as medidas a serem tomadas no treinamento. Poder-se-ia comparar com uma corrente de muitos elos, sendo a capacidade máxima de performance de acôrdo com o elo mais fraco. É preciso então, fortalecer o elo mais fraco para se alcançar o máximo da performance. Isso vale para todos os desportos. No remo temos em I.° lugar a ténica que representa o elo mais fraco. Segue depois na ordem de importância a capacidade cardiovascular, a fôrça juntamente com a resistência localizada (muscular) e por último a motivação, ou seja, a parte psicológica. 

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.