Repensando o Esporte na Educação Física Escolar a Partir de Cagigal

Por: Derli Juliano Neuenfeldt.

126 páginas. 2000 14/03/2000

Send to Kindle


Resumo

O esporte, predominantemente, é o principal conteúdo das aulas de Educação Física escolar. Contudo, por influências políticas e sócio-econômicas, ele foi espetacularizado, deixou de ser amador para se tornar profissão, passou a ser altamente organizado e regulamentado, condição em que se busca resultados acima de tudo. Consequentemente, o esporte deixou de ser um jogo desinteressado, perdendo sua essência lúdica. Dessa forma, frente à mídia que, divulgando esse modelo esportivo como se fosse a única forma de se praticar esporte, influencia alunos e profissionais da Educação Física, acredita-se ser necessário repensar o esporte na Educação Física escolar. Qual é a contribuição educativa que, através do esporte, pretende-se deixar aos alunos? Para responder a essa questão, propõe-se, para a Educação Física escolar, através de uma pesquisa teórica, caracterizar um esporte fundamentado na compreensão de esporte-prática de Cagigal. Portanto, estabeleceuse para o esporte-prática quatro princípios fundamentais: princípio lúdico, pois o esporte, antes de tudo, é jogo; princípio agonístico, porque não há como negar a competição; princípio cinestésico, pois o esporte é atividade predominantemente física, e o princípio ético, que oferece valores norteadores para a conduta de quem pratica esporte. Acredita-se que o esporte-prática é uma tentativa de fornecer aos profissionais de Educação Física uma visão de esporte adequada ao meio educacional, uma visão que contribua com a formação dos alunos, ensinando-os a viverem em harmonia consigo mesmos e com a sociedade.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.