Repercussão do Exercício Físico Sobre a Qualidade de Vida em Terceira Idade

Por: Aida Dominguez e Victor Arufe.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Como têm demostrado numerosos estudos ao longo das últimas décadas a
saúde dos cidadãos da União Europeia encontra-se entre as melhores do
mundo. Mas no nosso ponto de vista não resulta tão satisfatória como
desejariamos, devido à elevada incidência e prevalência de diversas doenças
crónicas e dos seus sucessores, como o sedentarismo. O risco de sofrer
diversas patologias, incrementa-se na terceira idade. O objectivo deste
estudo é analisar a literatura científica publicada nos últimos 15 anos em
relação ao exercicio físico, qualidade de vida e pessoas maiores. Realizouse a través da base de dados Medline mediante uma exaustiva revisão da
literatura científica publicada entre os anos 1990 e 2005, na qual se recolhem
mais de 100 artigos relacionados com o exercicio físico e a qualidade de
vida na terceira idade.A análise descriptiva de toda a informação analisada,
revela-nos incrementos de até um 100% no número de investigações
relacionadas com esta temática nos últimos cinco anos. Provando que o
grande número de patologías que poderíam mejorar ou prevenir-se com a
prática do exercicio físico. Em nenhum estudo se verificou relação negativa
de qualquer tipo entre o exercicio físico e a saúde. A maioría da mostra
ap re s e n t a d a t rat ava - s e d e p e s s o a s s e d e n t á r i a s c o m p at o l og í a s
cardiovasculares. O exercicio físico programado para estes sujeitos, consiste
essencialmente em tarefas de tipo aeróbico, predominando a actividade de
caminhar, seguido de cicloergómetro e ginástica de academia. Não se
registou nenhuma programação de exercicios no meio aquático. Os
resultados obtidos confirmam um crescente interesse em torno do estudo
sobre exercicio físico e a qualidade de vida. O número de estudos científicos
orientados para esta temática entre o ano 2001 e o 2005 duplica a
produtividade científica referida no intervalo que abrangue o ano 1996 e o
2000. Igualmente demonstra-se que o exercicio físico incide positivamente
sobre a qualidade de vida e além disso actúa como principal método
reabilitador de numerosas patologias com grande incidência na actualidade,
taies como: o cancro, patologías cardiovasculares, respiratórias, obesidade,
osteoporose, etc. Também podemos observar que a maioria dos estudos
indicam que as pessoas que adoptam um estilo de vida sedentário, são
mais sensiveis de sofrer problemas...

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/62_Anais_p235.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.