Repetibilidade e Aplicação de Testes de Nado Estacionário Para Nadadores Recreacionais

Por: Brunno Leonardo Cruz Ferreira de Jesus, Ingrid Thaiane Soares Batista e Lara Elena Gomes.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.20 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O teste de nado estacionário é empregado para avaliar as forças propulsivas no nado crawl e também pode ser utilizado para avaliar a força aplicada pelos movimentos dos membros superiores (braçada de crawl) e inferiores (pernada de crawl). Considerando o grande número de nadadores recreacionais, esta ferramenta pode ser útil para professores avaliarem a técnica e a produção de força de seus alunos de natação. Como pouco se sabe sobre a aplicação desses testes com nadadores recreacionais, os objetivos deste estudo foram verificar a repetibilidade do teste de nado estacionário para braçada de crawl, pernada de crawl e nado crawl e verificar a associação entre o desempenho no teste de 50 m e nos testes de nado estacionário em nadadores recreacionais. Neste caso, repetibilidade foi definida como a concordância entre resultados de duas avaliações sucessivas. Dez participantes do sexo masculino realizaram dois testes máximos de nado estacionário de 30 s, executados com pernada de crawl, com braçada de crawl e com nado crawl completo e três testes máximos de 50 m crawl. Foi encontrada repetibilidade para a força média de todos os testes e para o impulso avaliado no nado crawl. Também foi observada associação negativa do tempo do teste de 50 m com as forças máxima e média e impulso no nado crawl e uma relação inversa entre o tempo dos 50 m e a força média da pernada de crawl. Portanto, resultados de teste de nado estacionário aplicados em nadadores recreacionais podem ajudar professores de natação.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2018v20n2p164

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.