Representações do Nacionalismo em Tempos de Copa do Mundo: Um Estudo Sobre a Grande Imprensa Mineira (1949-1950)

Por: Euclides de Freitas Couto e Marcus Vinicius Costa Lage.

Recorde: Revista de História do Esporte - v.9 - n.1 - 2016

Send to Kindle


Resumo

A IV Copa do Mundo de futebol sediada no Brasil, em 1950, se prestou como plataforma política para o governo brasileiro legitimar sua posição ideológica de alinhamento ao projeto liberal-capitalista em curso naquele contexto. Neste artigo são analisadas as estratégias políticas adotadas no sentido de difundir, por meio da “grande imprensa”, como o jornal Estado de Minas, representações de uma autoimagem que se projetava da nação. Nesse sentido, o periódico buscou construir uma imagem positiva do país ao creditar a suposta superioridade da seleção em razão de seu estilo de jogo, resultado das características miscigenadas do povo brasileiro e, simultaneamente, procurou enaltecer a imagem do povo e dos governantes ao destacar a capacidade de realização dos políticos e dos trabalhadores.

Endereço: https://revistas.ufrj.br/index.php/Recorde/article/view/3291

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.