Representações Sobre Corpo e Educação da Mulher na Expansão do Escotismo e do Bandeirantismo Durante nas Primeiras Décadas do Século Xx

Por: e Carlos Herold Jr..

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.35 - n.4 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar representações sobre corpo e educação feminina no interior da expansão do movimento escoteiro, que ocorreu nas primeiras décadas do século XX. Estudamos trabalhos de especialistas em história da educação, escritos de fundadores do movimento na Inglaterra e Estados Unidos e de artigos sobre o Bandeirantis- mo brasileiro. Concluímos que as atividades corporais e a educação do corpo praticadas no escotismo e no Bandeirantismo foram espaços de tensão entre a manutenção e a mudança dos papéis sociais atribuídos às meninas e aos meninos.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/revista/index.php/RBCE/article/view/1988

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.