Representações Sobre o Espelho: Razões Práticas e Razões Simbólicas

Por: e Ione Paula Rocha.

Corpus Et Scientia - v.3 - n.1 - 2007

Send to Kindle


Resumo

Este artigo analisa as relações dos indivíduos com o espelho. Nosso objetivo é compreender como autores, professores de educação física e praticantes de ginástica em academias justificam as suas representações sobre o espelho. Isto foi feito através de uma análise qualitativa do discurso de França, no papel social de professor de ginástica, e da jogadora de voleibol Isabel, no papel social de praticante de ginástica em academia. Consideramos, nesta primeira abordagem, que essas representações não são arbitrárias, mas têm no contexto histórico e cultural a sua âncora. Englobam a razão prática, mas são movidas, alimentadas e efetivamente construídas pelo simbólico

Endereço: http://apl.unisuam.edu.br/revistas/index.php/corpusetscientia/article/view/166/132

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.