Representações Sociais das Prostitutas de Londrina Sobre Tempo Livre e Lazer

Por: Anísio Calciolari Junior e Antonio Geraldo Magalhães Gomes Pires.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

As conquistas política, econômica, cultural e social das mulheres na busca de sua
emancipação tornaram as prostitutas atoras sociais importantes na construção da
história, mitos e crenças da sociedade. Diante das transformações de sua profissão
e das próprias condições objetivas em que produzem sua existência, estas mulheres
passaram a exercer papéis que, nas sociedades culturalmente patriarcais, antes eram
atribuídos ao homem. O principal papel masculino - o de ser o único responsável
pelo sustento da casa - foi assumido por essas mulheres de forma radical. As
prostitutas cumprem tripla jornada de trabalho: o sustento da família, a educação
dos filhos e o trabalho doméstico, condição determinante para que tenham o seu
tempo de não trabalho bastante reduzido, acarretando pouco tempo para a realização
de atividades de lazer. Considerando esta realidade, foi que tomamos para estudos
as representações sociais sobre tempo livre e lazer que estão instituídas no imaginário
das prostitutas - atoras sociais do estudo. Procuramos também identificar quais as
práticas cotidianas que as atoras produzem com o objetivo de ocuparem seu tempo
livre. Um dado com o qual nos deparamos aponta para o fato de que, mesmo
vivendo em uma sociedade fortemente discriminadora, essas atoras sempre procuram
valorizar seu trabalho e papel social, através de ações que conservam alguns dos
valores estabelecidos na sociedade. Dentre eles, destacamos a importância que dão
ao cumprindo com seus deveres profissionais, a função materna e de esposa, sempre
orientando seu comportamento no sentido de garantir seus direitos de cidadãs.
Buscam, a partir do argumento da necessidade de sustentar sua família e educarem
seus filhos, a justificativa para exercerem a profissão de mulheres do sexo. Por fim,
a dança de salão foi identificada como sua principal pratica social de lazer, pois
afirmam ser nesta prática que elas conseguem ser livres, se libertar das amarras que
a sociedade lhes impõe. Diante desse cenário, é fundamental para a elaboração de
políticas públicas de lazer que seja considerada a forma como está instituídas no
imaginário dos grupos sociais suas representações sobre as práticas cotidianas de
lazer historicamente determinada.Assim, não basta identificarmos as representações
sociais sobre lazer e tempo livre instituídas no imaginário de um grupo social, mas
procurar fazer emergir seus sentidos enquanto elemento fundante para a elaboração
de uma política pública para o lazer.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/78_Anais_p447.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.