Representações Sociais de Profissionais da Educação Física Sobre a Psicologia Aplicada Ao Esporte

Por: Ilza Lígia Biceglia.

0 páginas. 2008

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho refere-se a uma pesquisa de Mestrado e insere-se na linha de pesquisa ,"Processos Formativos, Diferença e Valores". Seu objetivo geral foi descrever e analisar as ,Representações Sociais que profissionais em Educação Física têm sobre a Psicologia Aplicada ,ao Esporte. A Psicologia Aplicada ao Esporte é uma disciplina científica que integra o corpo ,de conhecimentos relativo à compreensão dos fenômenos psicológicos de atletas e praticantes ,de atividade física, bem como, os fenômenos sociais a eles relacionados. Investigamos como ,os profissionais da Educação Física representam e conduzem situações que envolvem ,aspectos psicológicos de atletas, praticantes de exercícios físicos e escolares quando se ,deparam com fenômenos psíquicos e sociais nos diversos contextos esportivos. Analisamos ,teórica e empiricamente, a relação entre quais, como e, através de quem são aprendidos os ,conhecimentos em Psicologia Aplicada ao Esporte e a realidade da prática profissional. Como ,base teórica inspiramo-nos na Teoria das Representações Sociais de Serge Moscovici (19782003) e na Teoria do Núcleo Central de Jean-Claude Abric (2000, 2001, 2003). Para o estudo ,da Psicologia Aplicada ao Esporte, nos apoiamos em autores como: Samulski (2002)Machado (2006), Machado & Brandão (2007), Rubio (1998, 2003); sobre a formação do ,profissional da Educação Física consultamos: Darido & Rangel (2005), Neto & Hunger ,(2006), Proni & Lucena (2002). A pesquisa foi desenvolvida com a participação de 36 ,profissionais da Educação Física de Presidente Prudente entre treinadores desportivos e ,professores de escolas regulares, em diversos contextos de atuação. Aplicamos um ,questionário com o objetivo fundamental de identificar quais e como são aprendidos os ,conhecimentos ou construídas as representações em Psicologia Aplicada ao Esporte durante ,sua formação inicial. Para aprofundar a coleta de dados realizamos, também, 10 (dez) ,entrevistas abertas da amostra dos profissionais que responderam ao questionário. A análise ,dos dados coletados indica que estes profissionais da Educação Física têm representações da ,Psicologia Aplicada ao Esporte relacionadas a aspectos fundamentalmente ligados à prática ,desportiva, ancoradas em crenças e valores mais básicos sobre "vencer" e "superação"reflexo da tendência esportivista da Educação Física no Brasil ainda nos dias atuais. A ,concepção de vencer associada às condições de treinamento e preparação para competições ,esportivas constituem representações sociais muito estruturadas em torno da vitória, de fatores ,de desempenho e de superação e, conseqüentemente, medo da derrota, ansiedade e depressão ,como representações sociais de problemas psicológicos. Os participantes da pesquisadesconhecem a amplitude de temas psicológicos e psicossociais que abrangem este campo de ,conhecimento e podem subsidiar a atuação na Educação Física em todos os seus campos de ,intervenção. Concluímos, que os cursos de formação inicial em Educação Física seja na ,habilitação Licenciatura ou Bacharelado, não preparam adequadamente seus profissionais ,para conhecerem sobre a Psicologia Aplicada ao Esporte, restringindo estes conhecimentos a ,matrizes básicas da Psicologia em suas concepções pedagógicas sem articulação com estudos ,teóricos/práticos aplicados à realidade e diversidade de sua prática.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2523&listaDetalhes%5B%5D=2523&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.