Reprodutibilidade de Questionário Informatizado de Atividade Física em Adolescentes

Por: , Alexandre Romero, Betzabeth Slater e Silvia Maria Voci.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.16 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O questionário tem sido um instrumento amplamente utilizado para avaliar atividade física habitual de adolescentes. O objetivo do presente estudo foi mensurar a reprodutibilidade de uma versão atualizada e informatizada do Questionário de Avaliação da Atividade Física para Adolescentes (QAFA) de Florindo et al. (2006). Participaram do estudo 135 alunos (61 meninos e 74 meninas) do 5º ao 8º ano escolar, entre 10 e 14 anos de idade (média= 11,57; DP=1,15 anos), matriculados em uma escola pública do município de Guarulhos. Foram utilizadas replicas da aplicação do questionário, com intervalo de duas semanas, para verificar a reprodutibilidade. Para a análise descritiva da amostra utilizou-se medidas de tendência central e dispersão. O teste de Kolmogorov Smirnov foi utilizado para testar a normalidade e o teste de Mann Whitney para comparação entre os gêneros. Para reprodutibilidade utilizou-se o coeficiente de correlação de Spearman, índice Kappa e a técnica de Bland-Altman. Os resultados revelaram coeficientes de correlação (ajustados) de 0,64 e 0,63 (p<0,05) para os meninos no que se refere aos escores de atividade física semanal e anual, respectivamente. Entre as meninas os coeficientes de correlação (ajustados) foram de 0,58 e 0,41 (p<0,05) para os escores de atividade física semanal e anual, respectivamente. De acordo com a técnica de Bland-Altman observou-se concordância satisfatória entre as replicas de aplicação do questionário. Conclui-se que o questionário informatizado pode ser recomendado para avaliar a atividade física habitual em estudos epidemiológicos com adolescentes por gerar dados reprodutíveis e apresentar vantagens referentes à informatização.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/462.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.