Reprodutibilidade (teste-reteste) do Questionário Internacional de Atividade Física (qiaf-versão 6): Um Estudo Piloto com Adultos no Brasil

Por: e .

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.8 - n.1 - 2000

Send to Kindle


Resumo

As medidas da atividade física incluem dois tipos principais: aquelas que utilizam informação fornecida pelas pessoas (questionários, entrevistas ou diários) e aquelas que utilizam indicadores fisiológicos (consumo de oxigênio, freqüência cardíaca) ou sensores de movimento, que registram objetivamente certas características das atividades durante um período determinado. Os questionários têm sido usados extensivamente por sua aplicabilidade para grandes grupos, seu baixo custo e por permitirem coletar informações precisas sobre o tipo de atividades e o contexto em que acontecem. Entretanto, existem limitações quando se usam questionários, principalmente pela imprecisão das respostas e pela falta de um processo de construção e validação adequado, na maioria dos casos. Este estudo teve como objetivo a determinação da fidedignidade (teste-reteste) do Questionário Internacional de Atividade Física (QIAF-Versão 6), proposto pelo Grupo Internacional para Consenso em Medidas da Atividade Física, constituído sob a chancela da Organização Mundial da Saúde (OMS). A amostra incluiu 42 sujeitos (22 homens e 20 mulheres) com idade média de 34,7 anos (22 a 66; DP=8,8 anos), funcionários de diversos setores administrativos do SESI-SC. A estimativa do gasto calórico semanal (semana típica) para todas as atividades foi obtida a partir dos dados da Classificação do Custo Energético das Atividades Físicas Humanas, desenvolvida por Ainsworth, Haskell, Leon, et al. (1993) e o cálculo proposto por Kriska e Caspersen (1997). A análise dos dados foi feita através da ANOVA - medidas repetidas, coeficiente de correlação intraclasse - R (Thomas & Nelson, 1996; Safrit & Wood, 1989) e coeficiente Kappa (Coeficiente de Concordância para Escalas Nominais – Cohen, 1960). A análise foi realizada utilizando os programas Excell e SPSS 9.0 para Windows. Os resultados sugerem que esta versão em português do QIAF-6 tem boa fidedignidade, confirmando-se os resultados de outros estudos de que a reprodutibilidade das medidas de ati0,vidades vigorosas (6 METs ou mais) é superior à reprodutibilidade das medidas de atividades moderadas (3 a 6 METs). Os coeficientes de correlação intraclasse podem ser considerados moderados a altos (R = 0,60 a 0,92) para a maioria dos itens, exceto para atividades moderadas no jardim e no lazer, caminhada e ciclismo como transporte. Os coeficientes Kappa para consistência de classificação (teste-reteste) podem ser considerados moderados para a maioria dos itens, enquanto o percentual de concordância na classificação teste-reteste em três grupos foi modesta (56%) e em dois grupos pode ser considerada muito boa (93%).

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.