Reprodutibilidade e Validade do Questionário Internacional de Atividade Física (ipaq) em Homens Idosos

Por: Tânia R. Bertoldo Antunes Benedetti.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.13 - n.1 - 2007

Send to Kindle


Resumo

É necessário encontrar meios para quantificar de maneira eficiente e econômica o nível de atividade física da população. Os questionários são formas viáveis e econômicas, embora seja discutível a fidedignidade dessas medidas. Este estudo objetivou determinar a reprodutibilidade e a validade do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) em homens idosos. A amostra foi composta por 29 homens idosos acima de 60 anos, com média de idade de 66,6 anos (DP = 4,3), participantes do programa de extensão da Universidade Federal de Santa Catarina. Os instrumentos utilizados foram: a) IPAQ, forma longa; b) pedômetro; e c) Diário de Atividade Física de Bouchard (DAF). Para a reprodutibilidade foram realizadas duas aplicações do IPAQ, com intervalo de 21 dias (rs = 0,95). A análise estatística adotada foi a correlação de Spearman (rs), o percentual de concordância (%C), o índice kappa (k) e a plotagem de Bland e Altman. A amostra foi dividida, utilizando-se como critério a mediana. A reprodutibilidade apresentou correlação de rs = 0,95. A associação entre o IPAQ e o DAF foi de: rs = 0,38; %C = 69 e k = 0,04 e a associação entre o IPAQ e o pedômetro de: rs = 0,24; %C = 62 e k = 0,19. Concluiu-se que a validade variou de moderada a baixa, enquanto a reprodutibilidade foi adequada

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1517-869220070001&lng=pt&nrm=iso

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.