Resgate do Brinquedo em Suas Transformações e Influências: Estudo com Pessoas de Meia Idade e Idosos da Zona Urbana e Zona Rural do Município de Venâncio Aires e Mato Leitão - Rs

Por: Jussara Beatriz Heisler, Letícia Borfe e Miria Suzana Burgos.

Cinergis - v.13 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Os brinquedos e brincadeiras tradicionais fazem parte da cultura lúdica, transmitida de geração em geração. Diante das transformações atuais, percebemos a necessidade do resgate destas brincadeiras. O presente estudo tem como objetivo descrever os brinquedos utilizados na infância por pessoas de meia idade e idosos da zona urbana e zona rural dos municípios de Venâncio Aires e Mato Leitão – RS e destes, quais foram vivenciados pelos filhos e, ou são vivenciados pelos netos. Constituem-se sujeitos desta pesquisa, 70 pessoas, de ambos os sexos (20 masculino e 50 do sexo feminino), com idade entre 50 a 80 anos. A abordagem metodológica caracteriza-se como um estudo descritivo exploratório em que foi aplicado questionário estruturado de acordo com o tema e objetivos do estudo, com a formação de questões diretas, adaptado de Burgos. Como resultados deste estudo, observaram-se como principais brinquedos utilizados na infância pelos sujeitos pesquisados, a boneca de pano, carrinho de lomba e carreta quatro rodas. Os brinquedos eram confeccionados artesanalmente, ensinados principalmente de pais para filhos, embora a maior parte dos idosos, não aprenderam a confeccionar e não conhecem a origem destes brinquedos. As brincadeiras realizadas, na sua grande maioria no potreiro e no pátio e, aos finais de semana, foram brincadeiras de casinha, descer o cerro ou potreiro com o carrinho de lomba e esconde-esconde. A carreta quatro rodas e a boneca de pano eram os brinquedos utilizados na infância e foram vivenciados pelos filhos. Os netos, atualmente, possuem como brinquedos, o computador, videogame, carrinhos de controle, bola e bonecas. Para os sujeitos da pesquisa, os brinquedos se transformaram em modernos e com tecnologia, sendo comprados e não mais confeccionados artesanalmente. Portanto, percebe-se que os brinquedos não estão sendo transmitidos as novas gerações e, diante das transformações, é importante resgatar a riqueza das diversas culturas, estabelecendo relações sociais, convivência em grupos, além de ser importante para o desenvolvimento da criança.

Endereço: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/view/3069

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.