Resposta da Frequência Cardíaca, Pressão Arterial e Duplo Produto Durante uma Aula de Ciclismo Indoor

Por: Bil Pereira Santos, Cristiane Sufredini e Eliane Paiva.

2014 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O ciclismo indoor é uma modalidade bastante procurada nas academias de ginásticas. Os praticantes buscam a atividade pelos mais variados motivos, entre eles, destacar-se a melhoria do sistema cardiovascular e neuromuscular. No entanto o controle de alguns estímulos nas diferentes fases da aula ainda é muito deficiente o que pode alterar o comportamento de alguns parâmetros fisiológicos. Dessa forma o objetivo do presente estudo foi investigar as respostas de Frequência Cardíaca (FC), Pressão Arterial Sistólica (PAS), e Duplo Produto (DP), durante uma aula de ciclismo indoor. Participaram do estudo dez voluntárias, saudáveis praticantes de ciclismo indoor há pelo menos três meses (n=10; 34,22±6,40 anos; 1,59±0,06m; 64,22±6,89 kg; 25,43±2,72Kg/m2; 25,11±5,85 G%). O protocolo teve duração de 45 minutos e foram simulados nove percursos, retas, subidas em diferentes manobras. O método de treinamento utilizado foi o continuo. Utilizou-se a estatística descritiva (Media ± dp), bem como o teste “t” de student e ANOVA. O nível de significância adotado foi de p<0,05. A variável Frequência Cardíaca (FC), Pressão Arterial Sistólica (PAS) e Duplo Produto (DP), foram analisados em três momentos: antes, durante e após a aula. O comportamento das variáveis analisadas variou significativamente na fase principal da aula. A partir destes resultados pode-se concluir que a prática do ciclismo indoor deva ser cautelosa com indivíduos com complicações a nível cardiovascular e iniciantes.

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.