Resposta da Pressão Arterial de Diabéticos Tipo 2 Após Oito Semanas de Exercícios Físicos Orientados: Relevância da Freqüência de Participação

Por: .

III Congresso de Ciência do Desporto

Send to Kindle


INTRODUÇÃO: Hipertensão é um problema de saúde pública freqüente em diabéticos
e o exercício físico é uma ferramenta importante no tratamento de ambas as condições.
Mas para que se torne eficiente é necessário que seja praticado com certa regularidade.

OBJETIVO: Verificar a relação entre a freqüência de participação em um programaorientado de exercícios físicos e os efeitos crônicos sobre a pressão arterial em diabéticos tipo 2.

MÉTODOS: 68 diabéticos tipo 2 participantes de um programa de educação em diabetes com prática orientada de exercício físico 2x/sem, durante 50 min (envolvendo atividades como caminhada, treinamento contra resistência e recreativas) divididos em dois grupos: G1 - Presença ≤50% das atividades propostas (35 diabéticos com idade 61 ± 9,7 anos) - e G2 - presença ≥50% das atividades propostas (33 iabéticos com idade 64 ± 8,8 anos). A PA sistólica (PAS) e diastólica (PAD) de  epouso foram mensuradas por monitor de pressão digital Microlife®, modelo MAM BP 3AC1-1 após repouso >5min nos momentos pré-exercício e 25min após o término, em cada visita, por avaliadores treinados. Para diminuir o risco de falhas durante a mensuração o aparelho foi programado para realizar três medidas consecutivas, considerando como valor final a média das três medidas. Teste t de Student foi empregado para comparação dos resultados e o nível de significância p ≤ 0,05 foi adotado.

RESULTADOS: Observou-se queda significativa (p<0,05) da PAS e PAD, em mmHg, de repouso no grupo com maior freqüência. No G1 - com 2 a 8 freqüências m 8 semanas, PAS inicial 128 (±14) para PAS final 126 (±15) com p= 0,3399 e PAD inicial 79 (±10) para PAD final 77 (±9) com p= 0,2109. No G2 - com 9 a 15 presenças em 8 semanas, PAS inicial 125 (±17) para PAS final 119 (±19), com p= 0,0258 (significativo), PAD inicial 74 (±17) para PAD final 70 (±19) e p= 0,0020.

CONCLUSÃO: Diabéticos com maior freqüência de participação em um programa orientado de exercício físico e educação em saúde tiveram diminuição nos valores da PA. A magnitude dos benefícios cardiovasculares promovidos pelo exercício físico para essa população está diretamente relacionada com sua prática mais freqüente

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.