Respostas Bioquímicas, Hormonais e Hematológicas a Lutas de Jiu-jitsu Brasileiro

Por: Arthur Hipolito da Silva Neves, e Victor Silveira Coswig.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.21 - n.2 - 2013

Send to Kindle


Resumo

Parâmetros sanguíneos fornecem diferentes dados sobre assimilação do programa treinamento e possibilitam o entendimento das adaptações do organismo à prática esportiva. Desta forma, o objetivo da presente investigação foi quantificar alterações de parâmetros bioquímicos, hormonais e hematológicos em resposta a lutas subsequentes de BJJ. Envolveram-se quatro lutadores experientes, com média de 27,5±3,1 anos de idade, 79,4±4,7kg, 79,4±4,7cm e 8,3±2,9% de gordura. Os atletas foram submetidos a coletas sanguíneas em 4 momentos: i) Em jejum de 12 horas (JO), ii) Pré-luta 1 (PréC), imediatamente antes da luta, iii) Coleta pós-luta 1 (PósC1) e, iv) Coleta pós luta 2 (PósC2), feitas imediatamente após cada combate. Observou-se diferença estatística na concentração de CK e CK-MB da medida PréC paraPósC1 e PósC2 (p

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/3800

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.