Respostas Fisiológicas Durante o Exercício Contínuo e Intermitente: Implicações Para a Avaliação e a Prescrição do Treinamento Aeróbio

Por: .

Motriz - v.15 - n.4 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi revisar as respostas agudas do xercício intermitente máximo e supramáximo (intensidades próximas ou acima do consumo áximo de oxigênio - iVO2max), e também no exercício intermitente submáximo, com intensidades próximas máxima fase estável de lactato sanguíneo (MLSS). No treino intervalado acima de 100% iVO2max com epetições curtas (<60 s), a recuperação passiva entre as repetições permite maior intensidade urante as séries. Nas repetições mais longas, a recuperação ativa pode ser mais interessante, pois promove aior remoção de lactato sanguíneo e maior tempo próximo ao VO2max. No treinamento intervalado ubmáximo, a relação entre a intensidade e a duração das repetições ainda permanece, ou seja, as durações ais longas (>300 s) permitem intensidades menores e as mais curtas (150-300 s) permitem ntensidades maiores, com condições metabólicas similares (i.e., MLSS). No entanto, os dois ipos de recuperação podem ser utilizados, já que proporcionam intensidades similares nestas condições.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/3098/2596

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.