Respostas Fisiológicas e Bioquímicas de Nadadores Submetidos a Três Modelos de Treinamentos em Nado Atado com Carga Equiparada

Por: C. A. Kalva-filho, E. C. Zapaterra, J. P. Loures, M. Papoti e M. S. Silva.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi comparar as respostas de três modelos de treinamento (com carga externa semelhante) na natação sobre os parâmetros bioquímicos e fisiológicos. O limiar anaeróbio (LAN) foi determinado através do lactato mínimo (LM) em nado livre e atado para prescrição da intensidade de treinamento. O teste de 30min (T30) e um esforço máximo de 200m (D200) também foram realizados. Além disso, também foi analisada a percepção subjetiva do esforço (PSE) e analise das variáveis bioquímicas, posteriormente os nadadores foram alocados em dois grupos GZ1(modelo polarizado) e GZ2(modelo limiar). Em relação a capacidade aeróbia e potência aeróbia não houve superioridade de modelos de treinamento, no entanto o modelo de treinamento polarizado (i.e. abaixo do LAN) foi superior ao modelo baseado no limiar para melhora do desempenho em provas de 200m.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.