Ressignificando as Vivências do Lazer: Por Uma Concepção Autotélica no Contexto da Síndrome da Imunodeficiência Humana Adquirida

Por: Edileuza de Monteiro Roque, Hunaway Albuquerque G. de Souza, , Moysés de Souza Filho e Themis Cristina Soares Mesquita.

Licere - v.15 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Na atualidade, a Síndrome da Imunodeficiência Humana Adquirida traz  novos desafios para seus portadores, dentre estes, a manutenção do bem-estar geral e a  reinserção da pessoa nas práticas comuns da sociedade incluindo, nesse lócus, as  atividades de lazer,. Partindo desse contexto, o presente trabalho objetivou analisar as  práticas de lazer de seis indivíduos, antes e depois de se descobrirem doentes de AIDS.  Estudo de caráter exploratório com analise multirreferencial, utilizou como instrumento  de coleta de dados o questionário. Os resultados apontam para o lazer como uma  construção autotélica dos indivíduos pesquisados a partir de processos subjetivos de  ressignificação das atividades de lazer, possibilitando a vivencia de um lazer criativo e  critico, imprescindível para a reivindicação de elaboração de  políticas públicas de lazer  que atendam e entendam os anseios dos atores sociais da pesquisa

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/pdf/licereV15N03_a5.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.