Resultado de Diferentes Freqüências Semanais de Treinamento Sobre a Composição Corporal e Aptidão Física em Mulheres Pré-menopausais Entre 30 e 50 Anos

Por: Guilherme Takayoshi Okada.

Motriz - v.14 - n.3 - 2008

Send to Kindle


Resumo

O crescimento do sedentarismo e os problemas decorrentes desta realidade tornaram necessárias a criação, sistematização e a aplicação de programas de atividade física para o combate ao sedentarismo. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi averiguar o resultado de duas diferentes freqüências semanais de treinamento sobre a composição corporal e aptidão física em mulheres pré-menopausais entre 30 e 50 anos durante 12 semanas. As participantes foram divididas em dois grupos: F3 (3 vezes/semana), 60 minutos de atividades físicas (n = 9; 45,66 ± 3,96 anos), e, F2 (2 vezes/semana), 90 minutos de atividades físicas (n = 7; 44,28 ±5,31 anos). Para tanto a composição corporal (massa e gordura corporal), índice de massa corporal (IMC), flexibilidade (FLX), resistência muscular localizada de membros superiores (RML-MS), e de abdominal (RML-Ab) e consumo máximo de oxigênio (VO2máx), foram mensurados no início e final do programa. Como resultado, a freqüência de 2 vezes por semana foi mais eficaz que a freqüência de 3 vezes por semana em razão da melhora das variáveis RML-Ab, RML-MS e VO2máx.

Endereço: http://cecemca.rc.unesp.br/ojs/index.php/motriz/article/view/708/1759

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.