Retrato Morfológico das Capacidades de Força e Flexibilidade dos Capoeiras do Grupo da Ufsc

Por: Adriana Dágostini e Paula M. V. Ilha.

IX Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

A flexibilidade e a força são as capacidades importantes parao desenvolvimento da capoeira, sendo que a capoeira angola prevalece força de membros superiores e inferiores, pois seus movimentos são geralmente lentos eem três apoios. Já na capoeira regional, prevalece a mobilidade e as alavancas, pois este estilo tem um jogo veloz e em dois apoios em sua maioria, além de muitos movimentos acrobáticos. Sendo assim, realizou-se uma análise morfológica das capacidades mais evidenciadas nesta modalidade, quesão: flexibilidade e força em uma amostra de 10 capoeiras iniciantes (até seis meses de prática) e em 10 capoeiras de cordel avançados do grupo de capoeira da UFSC FlorianopóIis/SC. Este estudo teve como objetivo identificar o retrato morfológico dos capoeiras da UFSC/SC a partir das capacidades de força e flexibilidade. Para isso, utilizou-se um questionário semi-estruturado para verificar tempo de prática,graduação, atividades físicas praticadas no momento, quantas vezes por semana pratica capoeira,tempo da aula, idade e sexo. O teste e protocolo utilizado para verificar a flexibilidade foi o teste de sentar e alcançar (TSA), fundamentado em Johnson & Nelson (1979) apud Marins & Giannichi (1998).

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.