Revisão da Educação Olímpica Como Inovação de Sustentabilidade Antes e Depois dos Jogos Olímpicos de 2016

Por: , , , Marta C. Gomes e .

O Futuro dos Megaeventos Esportivos. Inovações Pós Copa 2014 e Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016.

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo é discutir a sustentabilidade da promoção educacional dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro numa abordagem prospectiva que considera conhecimentos, inovações e experiências acumuladas no país para o estabelecimento de perspectivas e tendências futuras. Por seu turno, o sentido prospectivo deste trabalho se apoia nas recomendações da Agenda 2020 do Comitê Olímpico Internacional que adotou o fundamento da sustentabilidade e assumiu entre suas prioridades a Educação Olímpica para o período 2015 - 2020. A justificativa, no caso, é o risco de decréscimo ou abandono das atuais iniciativas de Educação Olímpica ligadas ao megaevento de 2016 logo após os Jogos, repetindo circunstâncias similares a Olimpíadas anteriores em distintos países.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.