Risco e Resiliência Psicossocial: Desafios na Prática da Vela

Por: Andrea Maria Pires Azevedo, Clara Maria Silvestre Monteiro de Freitas, Emília Amélia Pinto Costa da Silva, Leonardo dos Santos Oliveira, e Samara Queiroz do Nascimento Florêncio.

Pensar a Prática - v.17 - n.1 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi analisar fatores de resiliência a partir de situações de risco na prática da vela. A pesquisa de campo, envolveu 19 velejadores do Iate Clube da Paraíba, com idades entre 19 a 64 anos. Foi utilizado na coleta de dados um questionário sociodemográfico e um roteiro de entrevista semiestruturada, as quais foram transcritas e submetidas ao soft AQUAD 6, para a obtenção as categorias a partir da análise de conteúdo, sendo organizados em diagramas. Os resultados apontaram para três categorias: sensações sem a prática da vela; sensações em situação de risco na prática da vela; e a resiliência na prática da vela. Observou-se que nesta prática, houve avançonos fatores emocionais, trazendo um ressiginificado para a vida. Assim, o equilíbrio emocional auxilia nas situações de riscos encontradas no mar conduzido pela melhoria dos fatores da resiliência.

Endereço: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/20262

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.