Rituais de Purificação: Corporeidades e Religiões Afro-brasileiras

Por: Ana Paula de Mesquita Sampaio.

163 páginas. 2005 10/05/2005

Send to Kindle


Resumo

Sabe-se que o povo brasileiro é fruto de uma miscigenação quase acidental de povos europeus, africanos e ameríndios e que o resultado deste verdadeiro sincretismo é a riqueza cultural brasileira, considerada mundialmente como uma democracia racial. Contudo, pode-se observar que, apesar do sangue miscigenado correr nas veias de grande parte da população, poucos se reconhecem como tal, trazendo à tona um tipo de preconceito muitas vezes não assumido, denominado de preconceito de ter preconceito. Esta situação evidencia a triste condição dos brasileiros os quais, muitas vezes, não sabem ao certo quem eles realmente são. Este estudo, de natureza qualitativa, procurou resgatar as noções de corporeidade pertencentes a adeptos das religiões afro-brasileiras, por meio dos banhos rituais, visando à identificação da forte presença da cultura afro-brasileira na formação da história do Brasil. Para tanto, foram realizadas observações em dez terreiros na cidade de Rio Claro/SP, e realizadas entrevistas com dezoito fiéis, procurando resgatar a presença das noções de corpo no discurso dos mesmos. Os resultados mostraram que os adeptos destas religiões possuem uma relação de muita intimidade e apreço por seus corpos, sendo eles considerados como instrumentos utilizados na comunicação entre vivos e mortos, por meio de rituais propícios. Os rituais de purificação, por sua vez, atuam como facilitadores desta conexão, abreviando a caminhada do ser em direção a sua evolução espiritual.

Endereço: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/96083

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.