Rugby na Escola: a Experiência de Um Projeto de Extensão com Escolares do Ensino Fundamental

Por: F. G. S. Canciglieri, L. C. Benites, M. F. G. Silva, M. Moretti e S. Souza Neto.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O Rugby, no cenário nacional, apresenta-se como uma modalidade ainda em expansão, mas que faz parte da cultura corporal de movimentos e é possível de ser desenvolvida no meio escolar, especificadamente como um dos conteúdos das aulas de Educação Física. Esse esporte vem ganhando espaço e difusão por meio dos torneios oficiais, como a Copa do mundo de Rugby e também permeia documentos curriculares como a proposta de educação do Estado de São Paulo. De maneira geral, tal como outros esportes, o Rugby se constitui como uma possibilidade de troca de experiência que congrega as dimensões cognitivas, motoras, físicas e afetivas, sendo visto como um facilitador das relações do cotidiano. Partindo do princípio, tanto da difusão da modalidade quanto da contribuição da sua prática, o projeto de extensão "Escola de Educadores" da UNESP/RC, no ano de 2013, estruturou o curso "Rugby na escola" que teve como impulsão o contato com professores de Educação Física na escola e o interesse de estudantes de diferentes cursos. Dessa forma, nos anos de 2013 e 2014 o curso aconteceu em duas escolas públicas, uma municipal e outra estadual, tendo como objetivos: promover a iniciação de crianças, jovens e professores em uma modalidade diferenciada; ampliar o repertório motor dos envolvidos no curso e; trabalhar a dimensão atitudinal do esporte por meio dos valores, e estratégias de coletividade. Sendo assim o objetivo desse estudo é apresentar as possibilidades e dificuldades desse curso de extensão. Trata-se, assim, de um relato de experiência sistematizado, que se apoia na pesquisa qualitativa do tipo participativa que contou com reuniões de trabalho, montagem e planejamento do curso, confecção dos planos de aula, desenvolvimento e avaliação. Participaram do curso enquanto membros oferecedores da modalidade 5 estudantes, 4 professores de Educação Física, 1 coordenadora das atividades e 60 alunos de até 13 anos. As intervenções aconteceram em 2 meses e meio com 16 aulas de 50 minutos. Registra-se como possibilidades tanto a formação ofertada para a construção do planejamento das atividades, do diagnóstico dos alunos e de suas necessidades in loco, parceria com os professores de Educação Física para os estudantes da Universidade, quanto para ao alunos das escolas aproximandoos da modalidade. No que diz respeito as dificuldades o espaço para conversa com os professores nas escolas foi um empecilho, bem como a resistência inicial dos alunos e a falta de verba para aquisição de materiais apropriados. Como considerações gerais aponta-se que curso cumpriu com seus objetivos para com os alunos que aprenderam sobre a história e procedimentos práticos como passe, recepção, linha funda e linha rasa do Rugby, quanto para os professores que descobriram estratégias de ensino e finalizou-se com a importância para os estudantes da Universidade, constituindo-se, assim, num espaço de formação e divulgação da modalidade.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.